Filmes

Resenha com spoilers do filme Star Wars: Os Últimos Jedi!

19 de dezembro de 2017

Inhai gente linda, tudo bem com vocês? Espero que sim!!! Fiquei esse tempinho sem postar pq estava meio deprê e queria ficar um pouco offline, tanto que quem me segue nas redes sociais sabe que tava sem postar por lá também!!! Mas o que importa é que já tô melhor e vamas que vamos!!! Quinta feira eu fui assistir ao filme Star Wars: Os Últimos Jedis com minha irmã e queria mto ter feito a resenha, mas ela chegou!! E sim, preparem suas forçar porque vai rolar muito spoiler por aqui!!!

resenha-com-spoiler-star-wars-os-ultimos-jedi-rey-me-identifiquei

Bem, o segundo filme da terceira leva da saga de Star Wars mostra que após encontrar o mítico e recluso Luke Skywalker (Mark Hammil) em uma ilha isolada, a jovem Rey (Daisy Ridley) busca entender o balanço da Força a partir dos ensinamentos do mestre jedi. Paralelamente, o Primeiro Império de Kylo Ren (Adam Driver) se reorganiza para enfrentar a Aliança Rebelde.

Já vou adiantando que eu gostei muito do filme e me senti assistindo aos primeiros filmes de Star Wars… Mas vamos por partes, né?

Logo de cara já dá pra perceber que a assinatura do filme mudou, em Star Wars: O Despertar da Força, é nítido ver a mão de J.J.Abrams e nesse fica super claro a mão do diretor Rian Johnson que fez questão de usar bonecos ao invés de só CGI (computação gráfica). A fotografia está maravilhosa, especialmente com as tomadas na Irlanda que representam a ilha onde Luke está escondido. A trilha sonora é padrão dos filmes, mas eu gostei muito da captação sonora de todos os animais, sei lá, me pareceu mais real.

Conforme você vai assistindo ao filme, fica nitido que Kylo Ren quer mudar, mas isso não significa necessariamente uma mudança boa, ao ponto que Rey vai evoluindo e desenvolvendo mais poderes, a ingenuidade dela também vai crescendo. Embora Rey queira ser treinada por Luke, ela acredita que Kylo tem salvação e vai em busca dessa crença desobedecendo seu mestre. Esse filme mostrou muito disso: Poe várias vezes desobedeceu as ordens da comandante Leia e da roaoroa, Rey desobedeceu Luke e Kylo, bem… matou Snoke, seu mentor. Ficou claro aqui que toda ação tem sua consequencia, que todo ato que você faz hoje, retorna pra você amanhã, mas que no fim do dia, acertando ou errando, ainda sim é um aprendizado.

Eu já disse, eu gostei muito do filme, me lembrou muito os filmes antigos de Star Wars, mas como nenhum longa é perfeito, claro que tenho minhas humildes reclamações:

  • Quem é afinal de contas Snoke? Sabemos que o poder dele é forte o suficiente, afinal ele junto com seu exercito da Primeira Ordem conseguiram governar praticamente toda a galáxia. Mas quem é esse ser? Da onde ele veio? Quais suas motivações? Bem, nunca saberemos porque ele foi morto. E embora eu tenha gostado muito da forma como ele morreu, eu achei que o roteiro deixou o “vilão” de lado.
  • Se a Primeira Ordem conseguiu replicar a Estrela da Morte no filme anterior, conseguir governar quase a galáxia toda, conseguiu fazer uma Estrela da Morte pequena, por que raios não eliminou de uma vez a nave mãe onde estavam todos da resistência de uma vez só? Ok, a nave tem escudo, mas esse escudo seria facilmente destruído com um raio da estrela da morte;
  • Até o último filme, Leia não manifestou nenhum poder jedi, mas justamente nesse filme no momento que ela é arremessada para fora da nave, ela volta no nada? Achei muita forçação de barra;
  • Gostei do garotinho no fim do filme manifestar a força, mas se ele já tinha predisposição, por que não usar em algum momento que ele apanhou?

Não podia deixar de acabar esse post sem comentar sobre o porg, essa figurinha fofa que mitou o filme.

porg-star-wars-os-ultimos-jedi-me-identifiquei

Enfim, eu gostei do filme, amei os plot twists, amei que trouxeram Yoda em boneco e para mim relembrou muito os filmes antigos, especialmente Star Wars: Uma Nova Esperança! E vocês gostaram?

Um beijo dessa que vos escreve,

assinatura Natty Wilde

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply