Filmes

Resenha do filme Atômica com Charlize Theron!!!

10 de setembro de 2017

Inhai gente linda, td bem? Aproveitando bem o domingo? Espero que sim! Essa semana vou fazer um teste aqui no blog postando as 10 horas da manhã, pra saber qual o melhor horário para vocês, o que acham? Não custa nada tentar, né? Bem, quarta feira, eu fui ao cinema com minha mãe para ver Atômica e óbvio que não poderia deixar de fazer uma resenha, né?

charlize-theron-filme-atomica-resenha-cartaz-me-identifiquei

Antes de começar a resenha, vamos do começo? Atômica mostra Lorraine Broughton (Charlize Theron), uma agente disfarçada do MI6, enviada para Berlim durante a Guerra Fria para investigar o assassinato de um oficial e recuperar uma lista perdida de agentes duplos. Ao lado de David Percival (James McAvoy), chefe da localidade, a assassina brutal usará todas as suas habilidades nesse confronto de espiões.

Hora da resenha, não é mesmo? Já começo falando que AMEI o filme, sério mesmo! O roteiro é bem escrito, bem construído, consegue mostrar certa fragilidade em cada personagem e ainda sim dar aquele ar de mistério que todo agente secreto que se preze tem. Por trás de cada cena de luta bem dirigida está uma música para embalar os socos e uma fotografia maravilhosa que está impecável, principalmente porque consegue mesclar os tons frios e escuros com tons gritantes como o rosa e azul. As cenas de lutas bem ensaiadas quase como uma dança foram bem estruturadas e faz o telespectador se sentir ali.

cena-de-luta-em-atomica-com-charlize-theron-me-identifiquei

Não poderia deixar de falar da trilha sonora de Atômica… S-E-N-H-O-R que trilha!!! Voltei a infância nos anos 90 ao som de Cat People de David Bowie, Under Pressure do Queen/Bowie e Father Figure do George Michael. Sim, eu sei as músicas são dos anos 80, mas eu que nasci em 89, comecei a ouvir ainda criança essas músicas graças ao bom gosto musical da minha mãe. Algumas músicas me lembraram do meu tempo de criança enquanto outras ao tempo em que ia para as raves. Pois é, Depeche Mode reinava nas festas eletrônicas entre as batidas originais e remixadas. E sou até meio suspeita para falar porque amo essa banda. Alias, vamos combinar que a trilha está tão foda, isso mesmo, foda que é impossível dizer que não amo todas as tracks.

Charlize Theron é uma ótima atriz que vem emplacando grandes personagens de sucesso como Cipher em Velozes e Furiosos 8, Furiosa em Mad Max e como Lorraine em Atômica. Na verdade, essas últimas duas são muito boas em combate e arrisco dizer que se ambas se encontrassem para um duelo, apenas uma sairia viva. E em meio a boas personagens femininas no cinema como a própria Furiosa e Diana em Mulher Maravilha, Lorraine traz a mesa uma personalidade mais seca e ao mesmo tempo em algumas circunstancias uma vulnerabilidade que a torna humana novamente.

charlize-theron-filme-atomica-resenha-gif-me-identifiquei

Só posso dizer que amei muito ter visto Atômica, amei a trilha sonora, amei a fotografia, amei a construção dos personagens e amei o roteiro que embora tenha um plot igual aos filmes de espiões, não deixa a desejar. Então digo a vocês, corram para o cinema para ver esse filme, galera!

Um beijo dessa que vos escreve,

assinatura Natty Wilde

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply