Séries

6 curiosidades sobre a série Gilmore Girls com resenha!!!

21 de março de 2017

Inhai gente linda, tudo bem? O post de hoje vai para aquelas (es) que como eu ficam nostálgicas (os) ao lembrar da infância e adolescência nos anos 90 e 2000. Eu lembro como se fosse hoje que naquela época a internet era discada, Sandy e Junior eram o hit nacional junto com É O Tchan, trust me,  lembro das séries que passavam no SBT como Punky, a levada da breca, The O.C, Smallville, Um Maluco no Pedaço e Gilmore Girls… Quer dizer, aqui na TV aberta, todo mundo conhecia esse seriado como Tal Mãe, Tal filha. Eu simplesmente adorava! Por isso, decidir compartilhar com vocês 6 curiosidades sobre Gilmore Girls.

Para as (os) novinhas (os) que leem o Me Identifiquei, Gilmore Girls contava a história de Lorelai Gilmore (Lauren Graham) que tem uma relação tão amigável com sua filha, Rory (Alexis Bladel), que muitas vezes elas são confundidas como irmãs. Entre o relacionamento de Lorelai com seus pais, a nova escola preparatória de Rory, e os romances nas vidas das duas, há muito drama e muita diversão acontecendo.

Ano passado a Netflix, linda que só, resolveu fazer uma nova temporada intitulada A Year in the life (Um Ano para Recordar) com apenas 4 episódios, cada um representando uma estação do ano começando pelo inverno, passando pela primavera, verão e por último outono. O lançamento foi no dia 25 de novembro e escalou praticamente todo o elenco. Digo praticamente porque por exemplo, a Sookie, interpretada pela diva cômica Melissa McCarthy só foi dar o ar da graça no último episódio. Mas confesso que a série ficou bem assim.

gilmore-girls-inverno-me-identifiquei

gilmore-girls-primavera-me-identifiquei

gilmore-girls-verão-me-identifiquei

gilmore-girls-outono-me-identifiquei

Confesso que estava preocupada com uma nova temporada de Gilmore Girls porque de uns 3 anos pra cá, começou essa onda de reboots (uma nova história) e continuações de série. Foi assim com Heroes Reborn que eu achei simplesmente um fracasso, assim como Máquina Mortífera que antes era filme e ganhou um seriado. Mas eu tive uma surpresa quando fizeram continuação de Três é Demais (Full House) também pela Netflix, intitulada de Fuller House, ou seja, numa tradução literal, casa mais cheia ainda, haha. E para minha surpresa tanto Fuller House quanto Gilmore Girls estrearam muito bem, com roteiros leves, com problemas maiores, afinal todo mundo amadurece e nesses dois casos especificadamente, uma clara homenagem aos fãs das séries já que pôde ser observado vááááários clichês e bordões das séries dos anos 2000.

No caso de Gilmore Girls, eu achei que os roteiristas fecharam o ciclo da mãe e iniciaram o ciclo da filha, o que tá ótimo, o problema foi a história se repetir. Isso mesmo, pra quem não assistiu até agora Gilmore Girls, pare de ler o blog, vá correndo para o Netflix, faça maratona e depois volte pro blog pra terminar de ler a resenha…

gilmore-girls-spoilers-doctor-who-me-identifiquei

BEM, EU AVISEI…

Eu adorei dar mais enfoque na Rory, agora adulta e perdida profissionalmente, mostrando os caminhos para ela se achar novamente. Mas não curti muito a ideia dos roteiristas colocarem a Rory grávida, perdida e pior ainda, sem saber quem é o pai. Quando a Lorelai engravidou, ela estava perdida porque tinha 16 anos e estava sem apoio dos pais e do namorado e pai da criança, mas ela lutou, cresceu e se tornou uma mãe responsável. O movimento foi reverso com sua filha que sempre foi responsável, tinha um futuro pela frente, se perdeu, ficou perdida por um bom tempo e engravidou aos 32 anos, mesma idade que Lorelai tinha quando foi apresentada aos fãs. Alias, parece que a geração da Rory tá toda zoada, Paris que sempre mostrou que ficaria no topo de tudo, agora tem uma vida bagunçada com afilha e com o ex marido. Na verdade, acho que isso está acontecendo com a nossa geração, né?

rory-gilmore-girls-fustrada-me-identifiquei

Adorei que mostrou muito mais de Emily Gilmore e uma fragilidade surreal após a morte de seu marido, Richard. Na verdade, a personagem se mostrou forte para todos os personagens, enquanto que para os fãs, ela se despia emocionalmente a cada surto que tinha, seja com o quadro enorme na sala, seja com os funcionários, com a venda da casa. Embora ela tenha sido uma grande personagem nos anos 2000, parece que ela ficou maior, ganhou mais destaque e cresceu. Sério, amei!

emily-gilmore-girls-me-identifiquei

Mas tirando isso, adorei a aparição de todos os personagens, gostei que mostrou o Chris, pai da Rory como ele sempre foi um homem ausente na vida de sua filha. Achei o roteiro leve, o figurino, embora condizente com o ano de 2016, ainda lembrava um pouco os anos 90. No geral, gostei da série e espero que a Netflix confirme mesmo uma próxima temporada.

E vocês assistiam Gilmore Girls no SBT? Já assistiram a nova temporada no Netflix? Deixa aqui nos comentários o que vocês acharam!

Um beijo dessa que vos escreve,

assinatura Natty Wilde

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply